Ocupado?

Ao fim da ocupação da UERJ, o nosso reitor assinou um acordo com os estudantes em que diversas reivindicações do movimento estudantil (bandejão, aumento das bolsas, ônibus intercampi, melhoria nas bibliotecas, livre acesso ao bacharelado e outras mais) seriam garantidas. Desde então, os estudantes estão em movimento para que estas promessas tornem-se realidade.
Nossa ocupação inspirou-se em outras ocupações de reitoria a começar pela USP, em 2007, e fez com que muitas outras universidades utilizassem este método de enfrentamento aos ataques à educação.
Das ocupações resultou a latente percepção da necessidade de organização dos estudantes, unificando a luta em defesa da educação de qualidade, visto que a UNE (União Nacional dos Estudantes), por meio de sua direção burocratizada não participou e até se opôs aos interesses estudantis. Por isso, nos propomos a participar das discussões dessa organização da luta no movimento estudantil. Borandá! A luta continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário